grão a grão.. – Retrosaria 3 Globos

Foi numa visita a Castelo Branco que a Ana me apresentou a Retrosaria 3 Globos, onde fui atendida com muita simpatia… e paciência =P 

A loja é enorme e cheia de materiais: uma parede cheia de lãs e linhas, agulhas, tecidos, galões, fitas de viés.. por todo o lado, até ao céu! Por enquanto, ainda só tenho as fotos dos tecidos adquiridos (o resto virá mais tarde, noutro post). São lindos, todos eles!
 
Mas estes (nas fotos seguintes) são sem dúvida os que mais me encantaram. São tecidos para patchwork, da Free Spirit Fabric e da Andover Fabrics. Os que tenho são de designers talentosos, como Jenean Morrison (colecção power pop), Dena Designs (colecção Taza) e Renne Nanneman.

Vou ter que regressar para uma visita mais atenta e um pouquinho menos empolgada =)

o caçador de sonhos

Conta a lenda Ojibwa, que existiam duas tribos em guerra. A raiva e o rancor entre ambas, gerou energias negativas, que faziam com que as crianças tivessem pesadelos. A grande mãe búfala desceu à terra e pediu ao xamã da aldeia que fizesse um aro com um galho de salgueiro-chorão e deixasse uma aranha fazer uma teia dentro dele. O xamã obedeceu e pendurou o filtro no tecto da cabana na qual que as crianças dormiam. Como resultado, as energias negativas ficavam perdidas na teia e consequentemente presas, enquanto as boas energias sabiam para onde ir, passando pelo furo central. E aos primeiros raios de sol, as energias dissipavam-se no caçador de sonhos.
Era mesmo o que a M. precisava! 
Já há algum tempo que a minha M. vinha tendo pesadelos, e o pior – havia deixado as chuchas fazia poucos dias (porque já é uma linda menina crescida, que deixou a mãe cheia de orgulho) – mas continuava a querer mantê-las por perto, de forma a que a “continuassem a proteger”. Com o intuito de a ajudar fiz-lhe este caçador de sonhos com elas, para que tivesse um sono mais tranquilo.

primeiro..

..primeira vez
..primeiro post
..primeiro contacto
..primeiro granny square.

e o que vem depois?