Archive / tecidos

RSS feed for this section

Fazer pendant…

…ou pandã (como já encontramos nos dicionários de português), condizer …estas são expressões que só refiro com um determinado toque de ironia. Gosto mais de palavras como contrastar. Encontrar o elemento que briga, mas que complementa. Fazer pendant, NUNCA!! JAMAIS (parece-me mais adequado)!!

..mas “nunca digas nunca”, dizia-me a minha prima Inês …e cá estou eu a fazer coisas a condizer. Contudo ainda argumento: Condizer porque são um ‘conjuntinho’ (palavra que surge frequentemente na mesma frase que “fazer pendant”). Os tecidos combinam ..com cores que brigam!! AH! AH!

Enfim… cá estão eles!

A agenda:

Journal cover Margarida7 p

Journal cover Margarida3 p

Journal cover Margarida4 p

Journal cover Margarida2 p

Journal cover Margarida6 p

Journal cover Margarida1 p

Journal cover Margarida5 p

…e o notebook:

notebook cover Margarida1 p

notebook cover Margarida7 p

notebook cover Margarida8 p

notebook cover Margarida4 p

notebook cover Margarida2 p

notebook cover Margarida6 p

notebook cover Margarida3 p

notebook cover Margarida5 p

Que juntos, ficam lindos!!

Mags covers 3 p

Mags covers 2 p

Mags covers 1 p

os dias mais bonitos..

..são marcados em agendas Mint =)

Tinha estes tecidos guardados para um projecto especial, acho-os lindos e têm os meus tons preferidos (que já vão sendo muitos).

Quando peguei neles para esta agenda percebi claramente que os tecidos é que fazem dos projectos, artigos especiais. Não volto a guardar tecidos tanto tempo. 

A B C

Foi ao preparar o post destes cubos que me apercebi que ainda não publiquei uns anteriores. Pois, já tinha feito cubos antes, mas esta encomenda permitiu-me confirmar o gozo que me dá fazê-los. Desenho, pinto, escolho tecidos, corto, coso.. uma alegria!! =D

Estes foram para um lindo rapagão com um quarto em tons de branco e creme, com pormenores verdes azeitona e vermelhos. …e PLIM(!!) cá estão eles!

São três cubos em linho e tecidos de algodão, com ABC e 123 pintados à mão com tintas para tecido e enchimento de poliéster antialérgico. E vão acompanhados por bandeirolas executadas com os mesmos tecidos aplicados nos cubos. 

…purrrrrrrrrrrrrrrr

“(…)
O gato passa

do chão ao muro,
Logo mudando
de opinião
passa de novo
do muro ao chão.
E pisa e passa
cuidadoso, de mansinho
Pega e corre, silencioso
atrás de um pobre passarinho.
E logo pára
como assombrado,
depois dispara,
pula de lado
se num novelo
fica enroscado.
Ouriça o pêlo, mal-humorado.
Um preguiçoso é o que ele é
e gosta muito de cafuné.
(…)”


O Gato, de Vinicius de Morais 

Pois este felino não pula, não passa, nem caça passarinhos.. mas caça sonhos, sonhos que se realizam!!


Foi uma encomenda feita para uma amiga com uma paixão especial por gatos. 

Com alguma dificuldade em encontrar um gato que se adaptasse ao caçador de sonhos, fiz este gatuxo adaptado dos moldes do livro “Sew it, Stuff it”, de Rob Merrett.


Também a pedido, as molas servem para prender fotografias.

caaaaaalma..

Sim, andei perdida por campos de alfazema, andei nas nuvens… andei com a cabeça na lua (ainda ando um pouco) e desapareci por momentos. Mas estes períodos são tão importantes: recarregam-nos de energia, de força e quando voltamos, voltamos com mais vontade e prazer ao que nos dedicamos.
E quando gostamos realmente do que fazemos (até enquanto parecemos perdidas), tudo nos serve de inspiração, tudo resulta em criação e materialização, no momento seguinte.
..e aqui chegámos…. 

São amplamente reconhecidas as propriedades curativas da alfazema, muitas vezes prescrito como calmante e relaxante. Foi assim que me encontrei e é o que quero transmitir.. ‘calma‘.

Pois, não foi à toa que cheguei a este nome. Geralmente as referências que dou às minhas peças são constituídas pelas primeiras letras dos seus nomes. Neste caso concreto, conjuntos de almofadinhas de alfazema…. não poderia ter resultado melhor ;)

São conjuntos de duas ou três almofadinhas em tecidos de algodão, com aroma a alfazema. Nos conjuntos de duas, as almofadas medem cerca de 10cmx10cm e nos de três medem 8cmx8cm.

Mais fotografias (mais detalhadas) aqui =)

aquela nuvem

– É tão bom ser nuvem,
                                                                ter um corpo leve,
                                                                e passar, passar.
                                                                – Leva-me contigo.
                                                                Quero ver Granada. 
                                                                Quero ver o mar.
                                                                – Granada é longe, 
                                                                o mar é distante,
                                                                não podes voar.
                                                                – Para que te serve
                                                                ser nuvem, se não
                                                                me podes levar?
                                                                – Serve para te ver.
                                                                E passar, passar.
Eugénio de Andrade

Esta nuvem vai parar num local especial, sem mais querer passar …e passar. Esta decidiu ficar para ver, porque ali vale a pena morar. 
Mas isto de agulhar nuvens dá que pensar. A cabeça sobe, sobe.. o corpo acompanha e durante o tempo que por lá anda, também ele se torna mais leve. 


…ando nas nuvens e a culpa é tua!

attrapeur de rêves

É de conhecimento geral que os bebés vêm de Paris, embrulhados em fraldas de pano e transportados nos bicos das cegonhas. Mas e quando é para as crianças ficarem em Paris?! …acho que se cumpre o ritual, mas dão só uma voltinha lá no céu e voltam ao mesmo lugar.

Este caçador voou, ele próprio, até Paris.. para daqui por pouco tempo oferecer lindos sonhos a uma menina, que só irá dar a tal pequena volta com a cegonha. ..afinal, tem o seu ninho logo ali.

DIY de saquinhos de ofertas de aniversário

Fui convidada para participar com um guest post no S Baby – o recente projecto das talentosas Rute e Susana do Simplesmente Branco
O conceito é semelhante, com um tema diferente. É, na minha opinião, o “passo seguinte” a ser dado por esta fantástica dupla. Afinal, tenho a certeza que quem recorre aos fornecedores Simplesmente Branco, vai desejar manter o contacto para festejar todas as celebrações que daí advêm (baby showers, baptizados, aniversários…). Para isto e muito mais, nasceu o Simplesmente Baby!
Celebrar(!) – esta é a palavra que me ocorre quando penso no S Baby. E para celebrar esta participação fiz um DIY de saquinhos de ofertas de aniversário, para fazer com os mais pequenos ;)
Não há desculpas! É visitar, juntar a tralha e mãos à obra!! ;)