e o teu sonho, qual é?

“I have a dream!” …and dreams do come true =)

Os caçadores de sonhos não se limitam a afastar os pesadelos, eles atraem sonhos …e todos precisamos sonhar. Sonhar acordados! Sonhar com o que mais desejamos. 
Gosto de acreditar (e olhem que acredito mesmo!) que quando estou a tecer a rede dos caçadores, os encho de boas energias. De uma força motivadora que nos ajuda, não só a sonhar, mas a pôr em prática o necessário para alcançar objectivos.

Este é o caçador de sonhos da Ana. 
Ana, sonha muito, sonha alto e concretiza ..dreams do come true!

cor para os dias cinzentos

Tenho a sensação que os dias cinzentos de chuva já me aborreceram menos, por isso há que combater o “escuro” com cor e música que chega ao peito (Mallu Magalhães).
A agenda da Carla é mais uma das agendas Mint personalizadas. E para os amigos especiais, não poderia ser mais fácil! É a tal história: colocar sentimento no projecto que temos em mãos e ..pronto! Mais nada! 

Esta capa também tem uma banda sonora que poderia muito bem ser a música desta minha tão querida amiga, não que esteja velha e louca, mas porque também “tem a alegria como dom e em cada canto vê o lado bom” (com sotaque e tudo!!) =D

a menta é fresca e serena – mais uma agenda

Um dos motivos que leva o Mint a ser Mint é precisamente o quanto adoro a cor.  Também é esse o motivo que me faz “guardar” os tecidos com cor menta para projectos especiais.
E este foi =)

Apresento a agenda da Ana, uma amiga muito especial, daquelas que temos de sempre (mesmo de sempre) e que sabemos que jamais vamos perder.
Vou confessar, fiz-lhe a agenda como se a fizesse para mim. São as “minhas” cores e padrões… dois dos tecidos que mais gosto, que me foram enviados de longe por alguém de quem também gosto muito.

E o melhor é que tive uma ajuda muito especial. A minha assistente, que agora é assessora (assim a M. o quis) esteve também presente nesta criação. 
E eu acho (no meu achar que é suspeito) que o resultado não poderia ter sido melhor.

“-Mãe, foi um bom trabalho de equipa. High five?!”

alfineteira

Foi através do livro ‘Zakka Style‘ de Rashid Coleman-Hale, que fiquei a conhecer a almofada de alfinetes de Sonia Cantié – Cozy Memories. Apaixonei-me!

Com um presente para oferecer pareceu-me surgir o momento perfeito para experimentar o modelo. Fiquei muito satisfeita!

Deu-me tanto prazer fazer esta alfineteira que quero explorar esta ideia e fazer outras (é uma promessa!!).

Esta foi feita com tecido amarelo de algodão estampado, linho, lona antiga de algodão às riscas e um botão forrado. Porque é importante associar cheiros a momentos prazeirosos, além do desperdício têxtil, também a enchi com alfazema.